Imprimir

Com Eike eXperto, Lava Jato paga migo com Mantega


A desastrada operação de prisão de Guido Mantega dá sinais de fadiga da Operação Lava Jato – e combustível para seus críticos. De fato.

Há desencontros de informações, faltam as provas de Eike Batista – a força-tarefa deu como verdade apenas sua palavra – e a situação de saúde da esposa do ex-ministro mostra que a PF não monitorou o alvo para evitar o constrangimento, a ponto de o próprio juiz Sérgio Moro recuar da detenção.

Os procuradores da Lava Jato também não explicaram por que a prisão só saiu ontem, se desde junho já havia determinação, após o depoimento de Eike.

Um dos chefes da Lava Jato disse que a prisão demorou por causa do contingente da PF cedido para a Olimpíada. Mas meia dúzia de agentes, como ontem, faria o serviço.

Eike Batista está enrolado até o pescoço com as suspeitas das negociatas. Ao se antecipar e dar depoimento voluntário, colabora e escapou da prisão. Por ora.  Porém a cautela da força-tarefa sobre o empresário, a proteção a ele, e o crédito dado a Eike conota que o empresário entrou em negociação para uma delação premiada e colabora sigilosamente.

No mais, ao prender Mantega na Operação Arquivo X, a Lava Jato se esqueceu da máxima do seriado homônimo: a verdade está lá fora.

Imprimir

No Datafolha, Geraldo lidera em todos os segmentos


A pesquisa Datafolha divulgada, ontem,pela TV-Globo, no NE-TV Segunda edição, traz os percentuais de intenção de voto na corrida para a Prefeitura do Recife por  sexo, idade, escolaridade e renda. O detalhamento mostra, ainda, os percentuais de rejeição (candidatos em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum) e a intenção de voto espontânea (sem a apresentação dos nomes dos candidatos). A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

O Datafolha ouviu 864 eleitores no dia 21 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que significa que, se levarmos em consideração a margem de erro, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral Pernambuco (TRE-PE) sob o protocolo PE-04534/2016.

Em relação ao voto, 69% dos entrevistados afirmaram que estão totalmente decididos em quem vão votar, 28% disseram que o voto pode mudar e 2% não sabiam. Veja os demais dados da pesquisa abaixo.

Rejeição

A pesquisa perguntou aos entrevistados em quem eles não votariam de jeito nenhum. Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.